CURIOSIDADES

• Com a chegada do inverno começam a aumentar os casos de alergia: asmas, rinites e sinusites. Apesar de não serem os únicos vilões, os ácaros são responsáveis por muitos casos de alergia, uma reação exagerada do sistema imunológico, que é ativado toda vez que a pessoa entra em contato com o agente causador do problema.
Aracnídeos pequenos, os ácaros possuem cabeça, tórax e abdome fundidos. Algumas espécies, que são capazes de provocar alergias em seres humanos, são comumente encontradas na poeira domiciliar, alojando-se também em cobertores, colchões, travesseiros, lençóis e tapetes. Alimentam-se de partículas de comida e até mesmo de células mortas que ficam nos lençóis.

Na natureza, os ácaros se encontram no solo, humo, água doce ou salgada e podem parasitar plantas e animais.
• Parentes dos trilobitas, os límulos raramente são vistos, pois vivem nas grandes profundezas do oceano. Medem cerca de trinta centímetros de comprimento e são considerados verdadeiros fósseis vivos. Possuem um cefalotórax articulado com um abdome em forma retangular, de onde sai um longo espinho. No cefalotórax, há um par de olhos semelhantes aos dos animais trilobitas.
Os límulos também são artrópodes porque possuem vários pares de pernas articuladas, com pinças. São dotados de um exoesqueleto resistente e respiram por brânquias.
Erroneamente foram classificados como crustáceos, mas os cientistas descobriram que esses animais são na verdade parentes dos aracnídeos.
Os límulos alimentam-se de vermes e moluscos que encontram no lodo do fundo do mar. Na época de reprodução, são vistos aos milhares saindo das praias da Ásia e do litoral leste da América do Norte. Nas noites de maré alta, cavam pequenos nichos, onde as fêmeas depositam ovos. As larvas são levadas pela maré para o alto-mar.
• A cópula das aranhas é muitas vezes um momento de risco para o macho. Na maioria das vezes ele é menor e pode ser devorado pela fêmea. Alguns machos atraem as fêmeas para fora de suas teias, fazendo-lhes a corte. Outros embrulham insetos, que são cedidos para as fêmeas. Enquanto elas devoram o inseto, os machos realizam a cópula.
As aranhas são capazes de suportar invernos rigorosas, mantendo-se relativamente ativas, mas algumas, como as aranhas de alçapão, hibernam fechando suas tocas com uma "porta" de fios de seda.
Todas as aranhas têm veneno e capacidade de picar, o que é diferente é o efeito que o veneno produz nos diversos animais. Quando matam um inseto, elas despejam sobre ele seus sucos digestivos e depois chupam o material nutritivo digerido de dentro do exoesqueleto.
• Há alguns anos atrás, mais precisamente em 1995, vários bairros de classe média alta de São José dos Campos (SP) foram invadidos por escorpiões (principalmente os dos tipos Tityus serrulatus - escorpião amarelo e Tityus bahiensis).
Assustados, os moradores apontaram como principal culpado o desleixo na limpeza da cidade. Foram encontrados escorpiões dentro de casa, de tênis, de globo de luz, de mochilas de crianças, no meio de cobertas e em banheiros.
As péssimas condições de conservação da área verde e das praças da vizinhança foram responsáveis pelo surgimento de animais peçonhentos. Esses locais públicos estavam cobertos por mato e funcionavam como depósitos de entulhos.
Sem que a administração pública solucionasse o problema, alguns moradores resolveram agir sozinhos. Entre as medidas que eles tomaram, uma era, no mínimo, curiosa. Um deles comprou vinte galinhas para dar cabo dos invasores. Além da galinha, os predadores naturais do escorpião são: sapo, coruja e siriema.

posted under |
Página inicial

Translate

"Viage nessa classe do filo Artrópode, onde as espécies mais conhecidas são: aranhas, carrapatos, escorpiões, (...)"
Loading...

Liga das Florestas

    Quem sou eu?

    Tamyris Mello

    Minha lista de blogs

    Seguidores


Recent Comments